sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

.) 2012 chegando e muitas metas a serem cumpridas e você?




Por mais explicações que se possa encontrar, sempre ficará uma lacuna onde as dúvidas e as incertezas se encontram para conjugar indefinições. Chego a essa conclusão quando observo a movimentação das pessoas em busca de vereditos que possam abarcar fatos e acontecimentos que fogem da explicação lógica. Tem perguntas que jamais serão contempladas com respostas adequadas. Há situações onde a melhor palavra é o silêncio.

Pensar uma vida sem problemas, até é possível. Porém, não há garantias de que a existência passará por este mundo livre de contradições, dificuldades e lágrimas. Evidente que numa avaliação minuciosa, o balancete da vida sempre garantirá um superavit de acertos e alegrias. Basta elencar alguns aspectos do cotidiano e concluiremos que a vida por si só já é vitoriosa. Há mais bem do que mal; mais sorrisos do que dores. Tudo depende da ótica como percebemos esse intervalo entre a chegada e a partida deste mundo que denominamos de vida.

A dimensão emocional que diferencia o ser humano é simplesmente extraordinária. As pessoas têm a habilidade de intensificar sentimentos. Uma alegria corriqueira pode embalar sorrisos por vários dias. Um gesto de amor pode transformar o coração. Detalhes passam a ocupar espaços tonificados de paz.

Mas, o negativo também pode ser potencializado. Dependendo do momento, acontecimentos insignificantes podem provocar volumosas contradições. Palavras sem muita expressão transformam-se em eloquentes agressões. Olhares despretensiosos são interpretados como desprezo e reprovação.

Não resta dúvidas que o ser humano é capaz do muito e do pouco, ao mesmo tempo. Com habilidade sem igual, complica o que fácil e simplifica o que é indecifrável. Dependendo de seu estado interior, os problemas aumentam ou diminuem num curto espaço de tempo. As alternâncias parecem testemunhar a necessidade de harmonia interior. Buscas e respostas renovam a esperança. Daí a necessidade de viver com serenidade e realismo, confiando na habilidade de entrelaçar e compassar acertos e erros, apostando numa existência feliz.


29 Dicas Contra o Envelhecimento




Sabe-se que o envelhecimento é um processo biológico que pode ser controlado. Há uma série de estudos afirmando que um estilo de vida saudável é uma das chaves da longevidade . Confira alguns deles:

1. CASE-SE - Segundo estudo publicado no Health Psychology Journal, dos Estados Unidos, as pessoas que se mantêm em longas e bem-sucedidas uniões têm uma expectativa de vida maior em comparação àquelas que se casam novamente ou terminam a vida divorciadas. (mas, por favor, ficar com a pessoa errada causa mais problemas de saúde ainda... façam boas escolhas...)

2. EXPRESSE SUAS EMOÇÕES - Journal of Clinical Psychology, da Inglaterra, aqueles que manifestam suas emoções por meio de alguma atividade artística, como cantar, escrever e pintar, são mais saudáveis do que as pessoas que não o fazem.

3. TENHA HORÁRIOS - Evite a prática de exercícios entre as 11 da manhã e a 1 da tarde. É quando a produção de adrenalina atinge seu pico. O sangue fica mais grosso do que o normal, a pressão arterial sobe e o batimento cardíaco se leva. Durante essas duas horas, é maior a probabilidade de uma placa de gordura se romperem um vaso, o que pode provocar derrame cerebral ou infarto no coração.

4. SEJA SOLIDÁRIO - Segundo estudo publicado na revista Psychology Science, dar apoio físico ou emocional a outras pessoas reduz em até 60% o risco de morte prematura no idoso.

5. PREFIRA AS COMÉDIAS - O riso espontâneo promove a dilatação dos vasos e melhora o fluxo sanguíneo. Também reduz os níveis de adrenalina e cortisol no sangue e aumentam a liberação de endorfinas, hormônios ligados às sensações de bem-estar e prazer. Quer mais? Ainda emagrece. Estudos da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, concluíram que dar boas risadas por um período de dez a quinze minutos, faz uma pessoa queimar, em média, 50 calorias.

6. USE O FIO DENTAL - De acordo com pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, a inflamação bacteriana da gengiva, causada pelo acúmulo de resíduos alimentares entre os dentes, aumenta em 72% o risco de doença cardiovascular.

7. IMITE OS BRITÂNICOS - Ser pontual é bom, mas beber chá é ainda melhor. De acordo com o jornal Phytotherapy Research, o hábito cultivado pelos ingleses pode ajudar no combate à doença de Alzheimer. Estudos indicam também que o consumo de chá reduz os riscos de câncer. O chá verde é o que promete maiores benefícios.

8. LARGUE O CIGARRO - Fumantes regulares vivem, em média, dez anos menos do que um não-fumante. Cerca de 90% dos casos de câncer nos pulmões, a neoplasia que mais mata no Brasil, estão relacionados ao tabagismo.

9. BEBA COM MODERAÇÃO - Estudos mostram que o consumo diário de até duas taças de vinho deve fazer parte da receita para uma vida longa. A cerveja, quando consumida moderadamente, pode trazer benefícios à saúde, apontam pesquisas recentes.

10. COMA MENOS - Nos Estados Unidos, um estudo comparou cinqüentões que viviam de dieta com outros que consumiam, em média, 2 000 calorias por dia. A conclusão foi que o primeiro grupo teve uma expectativa de vida cerca de 30% maior, além de aparentar ser mais jovem do que os congêneres da mesma idade.

11. MORE PERTO DE UM PARQUE -. Um estudo realizado por pesquisadores japoneses concluiu que a expectativa de vida dos idosos que moram próximo a áreas verdes é maior do que a daqueles que vivem cercados de arranha-céus.

12. VÁ DE VERDE - Vegetais verde-escuros, como espinafre, rúcula e brócolis, são ricos em ácido fólico, uma substância que ajuda a manter a integridade do DNA.

13. MANTENHA A MENTE ATIVA -. Pesquisas mostram que a doença de Alzheimer tem maior incidência entre as pessoas com baixo nível de instrução. Estudo publicado no New England Journal of Medicine relaciona a leitura, os jogos de cartas e de tabuleiro e as palavras cruzadas com a redução do risco de demência em pessoas com mais de 75 anos.

14. TOME VITAMINAS - Cápsulas de vitamina C são as mais indicadas. Seu consumo ajuda a prevenir a degeneração macular, que afeta 3 milhões de brasileiros e é a maior causa de cegueira em pessoas com mais de 50 anos. Consulte seu médico sobre a dosagem.

15. CURTA O CHOCOLATE - Em pequenas quantidades, ele pode ser benéfico à saúde. Segundo estudo do King's College, de Londres, a quantidade de flavonóides encontrada em 50 gramas de chocolate é equivalente à de seis maçãs, duas taças de vinho ou sete cebolas. Os flavonóides têm sido apontados como importantes armas no combate aos radicais livres.

16. DE PREFERÊNCIA AOS PESCADOS - Peixes de água profunda, como salmão e anchova, são ricos em ômega 3. Esse poderoso antioxidante, segundo o jornal da Associação Médica Americana, pode reduzir em até 81% o risco de morte súbita no homem.

17. SEJA OTIMISTA - Após dez anos estudando como a personalidade de uma pessoa pode influir no aumento ou na diminuição da expectativa de vida, pesquisadores holandeses concluíram que ter uma atitude positiva pode diminuir em até 55% o risco de morte prematura.

18. NÃO PULE O CAFÉ-DA-MANHÃ -. Pesquisa do Instituto de Gerontologia a Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, averiguou que os centenários não costumam dispensar a primeira refeição do dia.

19. TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO - O conselho foi seguido por operadores da bolsa de valores de Nova York,avaliados em um estudo. Foi tão eficaz no combate ao stress que metade deles suspendeu o uso de medicamentos contra a hipertensão. Quem tem um bichinho em casa vai ao médico com menor freqüência, afirmam pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

20. REDUZA O SAL - Essa medida é importante no tratamento e na prevenção da hipertensão arterial, um dos fatores de risco para doença cardiovascular. Evite mais de 6 gramas por dia, o equivalente a uma colher de chá.

21. INVISTA EM CULTURA - Depois de acompanhar 12 000 pessoas por nove anos, pesquisadores suecos observaram que, em média, as chances de uma pessoa alcançar a longevidade foram 36% maiores naquelas que cultivavam o hábito de realizar programas culturais, como visitar galerias de arte, assistir a peças de teatro e freqüentar concertos musicais.

22. SINTA-SE EM CAPRI - Está provado que uma dieta mediterrânea, rica em vegetais, peixes e azeite de oliva, pode afastar doenças como hipertensão, diabetes e obesidade, capazes de encurtar a vida em até dez anos. A pesquisa foi feita com 1507 homens e 832 mulheres, entre 70 e 90 anos, em onze países europeus.

23. ABUSE DO MOLHO DE TOMATE - Pesquisas conduzidas pelo médico americano Michael Roizen, autor do livro Idade Verdadeira e fundador do Real Age Institute, um dos mais respeitados centros de estudo da saúde e do metabolismo humano, mostram que dez colheres de molho de tomate ingeridas semanalmente podem reduzir pela metade o risco de ocorrência de onze tipos de câncer. O tomate é rico em licopeno, um antioxidante encontrado nos vegetais vermelhos.

24. DURMA BEM - Estudos sugerem que a falta de sono crônica pode ter um impacto negativo nas funções metabólicas e endócrinas. Quando se dorme menos de cinco horas, há um desequilíbrio no metabolismo.

25. CONTE ATÉ CINCO - De acordo com a Organização Mundial de Saúde, esse é o número mínimo de porções de frutas e vegetais que uma pessoa deve comer por dia. A OMS defende que uma alimentação balanceada e rica em vitaminas, fibras e minerais pode reduzir em até 40% o risco de câncer.

26. VISITE O OFTALMOLOGISTA - Depois dos 50 anos, a chamada vista cansada se torna ainda mais comum. Com a idade, também aumentam os riscos de glaucoma e catarata. Além disso, alterações de fundo de olho podem indicar a presença de diabetes e hipertensão.

27. MODERAÇÃO COM A CARNE VERMELHA - Pesquisa sobre hábitos alimentares em dez países europeus concluiu que o consumo diário de carne vermelha aumenta o risco de câncer de intestino em até 35%. Mas não a evite. Proteínas são essenciais para quem faz atividade física regularmente, não só porque dão resistência mas também porque ajudam a tornear os músculos.

28. MOVA-SE - De acordo com a Associação Americana do Coração, o sedentarismo, por si só, aumenta o risco de doença coronariana em, pelo menos, uma vez e meia. Exercícios diários moderados ajudam a aumentar o tempo de vida em até seis anos.

29. TENHA FÉ - Segundo o International Journal of Psychiatry and Medicine, ter uma crença forte em algo ajuda a combater o stress e problemas emocionais. Cultue uma religião, creia que fé pode mudar muitas coisas numa vida, se apegue sua crença, sem ela ninguém conseguirá sobreviver. O otimismo é o melhor caminho pra uma felicidade interior.


A vitória que vale a pena é a que aumenta sua dignidade e reafirma valores
profundos. Pisar nos outros para subir desperta o desejo de vingança.
02 - Estude sempre e muito.
A glória pertence àqueles que têm um trabalho especial para oferecer.
03 - Acredite sempre no amor.
Não fomos feitos para a solidão. Se você está sofrendo por amor, está com a
pessoa errada ou amando de uma forma ruim para você. Caso tenha se separado,
curta a dor, mas se abra para outro amor.
04 - Seja grato(a) a quem participa de suas conquistas.
O verdadeiro campeão sabe que as vitórias são alimentadas pelo trabalho em
equipe. Agradecer é a melhor maneira de deixar os outros motivados.
05 - Eleve suas expectativas.
Pessoas com sonhos grandes obtêm energia para crescer. Os perdedores dizem:
"isso não é para nós". Os vencedores pensam em como realizar seu objetivo.
06 - Curta muito a sua companhia.
Casamento dá certo para quem não é dependente.
07 - Tenha metas claras.
A História da Humanidade é cheia de vidas desperdiçadas: amores que não
geram relações enriquecedoras, talentos que não levam carreiras ao sucesso,
etc. Ter objetivos evita desperdícios de tempo, energia e dinheiro.
08 - Cuide bem do seu corpo.
Alimentação, sono e exercício são fundamentais para uma vida saudável. Seu
corpo é seu templo. Gostar da gente deixa as portas abertas para os outros
gostarem também.
09 - Declare o seu amor.
Cada vez mais devemos exercer o nosso direito de buscar o que queremos
(sobretudo no amor). Mas atenção: elegância e bom senso são fundamentais.
10 - Amplie os seus relacionamentos profissionais.
Os amigos são a melhor referência em crises e a melhor fonte de
oportunidades na expansão. Ter bons contatos é essencial em momentos
decisivos.
11 - Seja simples.
Retire da sua vida tudo o que lhe dá trabalho e preocupação desnecessários.
12 - Não imite o modelo masculino do sucesso.
Os homens fizeram sucesso a custa de solidão e da restrição aos
sentimentos. O preço tem sido alto: infartos e suicídios. Sem dúvida, temos
mais a aprender com as mulheres do que elas conosco. Preserve a
sensibilidade feminina - é mais natural e mais criativa.
13 - Tenha um orientador.
Viver sem é decidir na neblina, sabendo que o resultado só será conhecido,
quando pouco resta a fazer. Procure alguém de confiança, de preferência mais
experiente e mais bem sucedido, para lhe orientar nas decisões, caso
precise.
14 - Jogue fora o vício da preocupação.
Viver tenso e estressado está virando moda. Parece que ser competente e
estar de bem com a vida são coisas incompatíveis. Bobagem ... Defina suas
metas, conquiste-as e deixe as neuras para quem gosta delas.
15 - O amor é um jogo cooperativo.
Se vocês estão juntos é para jogar no mesmo time.
16 - Tenha amigos vencedores.
Aproxime-se de pessoas com alegria de viver.
17 - Diga adeus a quem não o(a) merece.
Alimentar relacionamentos, que só trazem sofrimento é masoquismo, é
atrapalhar sua vida. Não gaste vela com mau defunto. Se você estiver com um
marido/mulher que não esteja compartilhando, empreste, venda, alugue, doe...
e deixe o espaço livre para um novo amor.
18 - Resolva!
A mulher/homem do milênio vai limpar de sua vida as situações e os
problemas desnecessários.
19 - Aceite o ritmo do amor.
Assim como ninguém vai empolgadíssimo todos os dias para o trabalho,
ninguém está sempre no auge da paixão. Cobrar de si e do outro viver nas
nuvens é o começo de muita frustração.
20 - Celebre as vitórias.
Compartilhe o sucesso, mesmo as pequenas conquistas, com pessoas queridas.
Grite, chore, encha-se de energia para os desafios seguintes.
21 - Perdoe!
Se você quer continuar com uma pessoa, enterre o passado para viver feliz.
Todo mundo erra, a gente também.
22 - Arrisque!
O amor não é para covardes. Quem fica a noite em casa sozinho, só terá que
decidir que pizza pedir. E o único risco será o de engordar.
23 - Tenha uma vida legal.
Conversar com teu gnomo é o máximo, especialmente para agradecer.
.24 - Muita paz, harmonia e amor... sempre!


• Assim dizendo, ele traçou 20 regras de vida que foram colocadas em
Destaque no Instituto Francês de Ansiedade e Stress, em Paris. Dizem os
"experts" em comportamento que quem já consegue assimilar 10 delas, com certeza aprendeu a viver com qualidade.

Aqui estão as 20 regras de saber viver:

- Aprenda a dizer não sem se sentir culpado ou achar que magoou.. Querer agradar a todos é um desgaste enorme.

- Faça pausas de dez minutos a cada duas horas de trabalho, no máximo.
Repita essas pausas na vida diária e pense em você, analisando suas atitudes.

- Planeje seu dia, sim, mas deixe sempre um bom espaço para o improviso,
consciente de que nem tudo depende de você.

- Concentre-se em apenas uma tarefa de cada vez. Por mais ágeis que sejam
Os seus quadros mentais, você se exaure.

- Esqueça, de uma vez por todas,que você é imprescindível. No trabalho,
Em casa, no grupo habitual. Por mais que isso lhe desagrade, tudo anda sem a sua atuação, a não ser você mesmo.

- Abra mão de ser o responsável pelo prazer de todos. Não é você a fonte
dos desejos, o eterno mestre de cerimônias.

- Peça ajuda sempre que necessário, tendo o bom senso de pedir às pessoas certas.

- Diferencie problemas reais de problemas imaginários e elimine-os,
Porquê são pura perda de tempo e ocupam um espaço mental precioso para coisas mais importantes.

- Tente descobrir o prazer de fatos cotidianos como dormir, comer e tomar banho, sem porém achar que é o máximo a se conseguir na vida.

- Evite envolver-se na ansiedade e tensão alheias. Espere um pouco e
Depois retome o diálogo, a ação.

- Família não é você, está junto de você, compõe o seu mundo, mas não é a sua própria identidade.

- Entenda que princípios e convicções fechadas podem ser um grande peso, a trava do movimento e da busca.

- É preciso ter sempre alguém em que se possa confiar e falar abertamente. Ao menos num raio de cem quilômetros. Não adianta estar mais longe.

- Saiba a hora certa de sair de cena, de retirar-se do palco, de deixar a
roda. Nunca perca o sentido da importância sutil de uma saída discreta.

- Não queira saber se falaram mal de você e nem se atormente com esse
Lixo mental; escute o que falaram de bem, com reserva analítica, sem qualquer convencimento. Competir no lazer, no trabalho, na vida a dois, é ótimo... para quem quer ficar esgotado e perder o melhor.

- A rigidez é boa na pedra, não no homem. A ele cabe firmeza, o que é
Muito diferente.

- Uma hora de intenso prazer substitui com folga 3 horas de sono perdido. O prazer recompõe mais que o sono. Logo, não perca uma oportunidade de divertir-se.

- Não abandone suas três grandes e inabaláveis amigas: a intuição, a inocência e a fé..

- Entenda de uma vez por todas, definitiva e conclusivamente: Você é o que fizer

Algumas frases de efeito acabam sendo registradas em nossa mente. Dias atrás, alguém afirmou: “o ser humano é ainda a grande chave da vida”. E sempre será. Ainda bem que há convicção quanto ao diferencial diante de tudo o que existe. Quando a sociedade deixar em segundo plano o humano, o caos terá ocupado o espaço universal. É bem verdade que há sinalizadores desse caos.

Necessariamente, teremos que ficar mais atentos, buscando humanizar as relações e as condições.

Estudiosos gostam de apresentar dados. Isso até ajuda para desencadear revisões e ações. Afirma-se que, até 2030, haverá um milhão de pessoas com 100 anos.

Inclusive, notificou-se que já nasceu a pessoa que vai viver 150 anos. Neste contexto, em 2025, o Brasil estará em sexto lugar, numa escala mundial em número de idosos. De fato, com tantos avanços, será possível viver bem mais tempo. Há um desejo latente em querer viver mais e mais. Isso dinamiza a existência e desencadeia uma trama de cuidados, por vezes até excessivos.

No entanto, há um descompasso entre a ciência que tenta negar a possibilidade da morte e, por isso, amplia o somatório de anos em relação ao que denomina-se qualidade de vida. Seria simples demais apenas prolongar uma existência. O que edifica uma trajetória não é apenas o cronológico. É conveniente averiguar a tonalidade dos dias e dos anos. É próprio do humano querer viver mais e mais. Porém, a vida é determinada por aquilo que decidimos cultivar no mais profundo do ser. A interioridade conta muito, pois pode agregar significado aos anos que vão sendo vividos.

O que também acrescenta qualidade à existência, independente do número de anos, são as relações humanas. Por mais que se propague o individualismo, a convivência acaba por mensurar quem somos e o que desejamos alcançar. É no encontro com o outro que experimentamos o valor do existir. Somente quem se especializa no ato de conviver consegue adicionar valor à existência. Convém ampliar o horizonte, pois não basta correr atrás da eterna juventude física. É questão de inteligência viver equilibradamente.


>>Dicas de festa pro findi neste post, veja nas imagens...

Eu sou lúcida na minha loucura, permanente na minha inconstância, inquieta na minha comodidade. Pinto a realidade com alguns sonhos, e transformo alguns sonhos em cenas reais.

Choro lágrimas de rir e quando choro pra valer não derramo uma lágrima. Amo mais do que posso e, por medo, sempre menos do que sou capaz.

Busco pelo prazer da paisagem e raramente pela alegre frustração da chegada. Quando me entrego, me atiro e quando recuo não volto mais.

Mas não me leve a sério, sei que nada é definitivo.
Nem eu sou o que penso que eu sou.
Nem nós o que a gente pensa que tem.

Prefiro as noites porque me nutrem na insônia, embora os dias me iluminem quando nasce o sol. Trabalho sem salário e não entendo de economizar.

Não acredito em duendes, bruxas, fadas ou feitiços. Nem faço simpatias. Mas, rezo pra algum anjo de plantão e mascaro minha fé no Deus do otimismo.

Quando é impossível, debocho. Quando é permitido, duvido. Não bebo porque só me aceito sóbria, e não aposto em jogo de cartas marcadas.

Penso mais do que falo. E falo muito, nem sempre o que você quer saber. Eu sei. Gosto de cara lavada — exceto por um traço preto no olhar — pés descalços, nutro uma estranha paixão por camisetas velhas e sinto falta de uma tatuagem no lado esquerdo das costas.

Mas há uma mulher em algum lugar em mim que usa caros perfumes, sedas importadas e brilho no olhar, quando se traveste em sedução.

Se você perceber qualquer tipo de constrangimento, não repare, eu não tenho pudores mas, não raro, sofro de timidez. E note bem: não sou agressiva, mas defensiva.
Impaciente onde você vê ousadia.
Falta de coragem onde você pensa que é sensatez.

Mas mesmo assim, sempre pinta um momento qualquer em que eu esqueço todos os conselhos e sigo por caminhos escuros. Estranhos desertos.
E, ignorando todas as regras, todas as armadilhas dessa vida urbana, dessa violência cotidiana, se você me assalta, eu reajo.

Martha Medeiros...

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

;) É mais fácil lidar com uma má consciência do que com uma má reputação. Friedrich Nietzsche





Qual sua opinião em relação ao melhor show do ano de 2011?
votem e depois confiram o resultado.

"É difícil viver com as pessoas porque calar é muito difícil."

Friedrich Nietzsche


http://listas.terra.com.br/terraguiadecidades/17804-melhores-de-2011-vote-no-melhor-show-internacional-de-2011

Em clima de despedida de 2011, o Guia de Cidades preparou uma votação dos melhores do ano separada em sete categorias: Show Internacional, Show Nacional, Espetáculo Teatral, Stand-up Comedy, Exposição, Festival de Música e Artista Revelação. Este ano, o Brasil recebeu uma verdadeira enxurrada de shows internacionais. Tivemos presenças ilustres, como Pearl Jam e novamente Paul McCartney, além do gigante do rock Eric Clapton e o pop de Rihanna, Britney Spears e Justin Bieber. Essa categoria escolhe o melhor show internacional que rolou por aqui. Os indicados foram escolhidos pela equipe de jornalistas do Guia de Cidades.

Um milionário promove uma festa em uma de suas mansões e, em determinado momento, pede que a música pare e diz, olhando para a piscina onde cria crocodilos australianos, pergunta:
-Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará todos os meus carros.
- Alguém se habilita?
Espantados, os convidados permanecem em silêncio e o milionário insiste:
- Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros e meus aviões.
- Alguém se habilita? O silêncio impera e, mais uma vez, ele oferece:
- Quem pular na piscina, conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros, meus aviões e minhas mansões. Neste momento, alguém salta na piscina. A cena é impressionante. Luta intensa, a destemida se defende como pode, segura a boca crocodilos com pés e mãos, torce o rabo dos répteis. Nossa! Muita violência e emoção. Parecia filme do Crocodilo Dandy!
Após alguns minutos de terror e pânico, sai o corajoso homem, cheio de arranhões, hematomas e quase despido. O milionário se aproxima, parabeniza-o e pergunta:
- Onde quer que lhe entregue os carros? - Obrigado, mas não quero seus carros. Surpreso, o milionário pergunta:
- E os aviões, onde quer que lhe entregue?
- Obrigado, mas não quero seus aviões. Estranhando a reação do homem, o milionário pergunta:
- E as mansões?
- Eu tenho uma bela casa, não preciso das suas. Pode ficar com elas. Não quero nada que é seu. Impressionado, o milionário pergunta:
- Mas se você não quer nada do que ofereci, o que quer então? E o homem respondeu irritado:
- ACHAR O "FILHO DA MÃE" QUE ME EMPURROU NA PISCINA! Moral da História: SOMOS CAPAZES DE REALIZAR MUITAS COISAS QUE POR VEZES NÓS MESMOS NÃO ACREDITAMOS, BASTA UM EMPURRÃOZINHO. UM "FILHO DA MÃE", EM CERTOS CASOS, É ÚTIL EM NOSSA VIDA.

Quando o indivíduo tem compromisso com sua essência, a vida não se torna um fardo pesado de carregar.
Não tenha medo de ser você.
Felicidade é como dieta, todo mundo sabe o que tem de fazer para conseguir seu objetivo, mas a maioria não põe em prática esse conhecimento.
A primeira transformação necessária para que ocorra a felicidade é passar a acreditar na possibilidade de um mundo onde todos possam se realizar.
Lealdade aos meus funcionários também é lucro.
É importante perceber que o despertar depende de você.
Nossas riquezas ultrapassam o lado material.
É preciso saber lutar como um leão, mas lutar por sonhos que valham a pena.
Liberte seu coração e deixe que ele construa seu futuro.
A luta é indispensável para realizar as metas da alma, ou seja, lutar é saudável quando se constrói a felicidade.
O mais importante de tudo é poder ter a sensação de que viver vale a pena.
Ser amigo de si próprio é compreender seus erros e ser seu cúmplice para enfrentar os desafios.
Com minha felicidade contribuí com mais luta para o planeta.
Não desfrute somente o sol, aprecie também a lua.


A felicidade é uma experiência ligada à sabedoria
Sua vida muda quando você muda.
O primeiro passo para promover uma mudança é libertar-se da imagem que você transmite aos outros.
Negar as próprias aspirações é um desperdício de energia que faz falta para suas realizações.
A sociedade exige que sejamos bonzinhos, mas quem é bonzinho o tempo todo acaba enlouquecendo de verdade.
A pior maneira de não chegar a determinado lugar é pensar que já se está lá.
Quando alguém se dedica a alimentar ilusões, perde oportunidades.
Você tem mais valor do que qualquer cargo.
A melhor cura do baixo-astral é abrir os olhos para o mundo.
A felicidade é feita de pequenas pérolas que você cultiva a cada dia, a cada hora.
Enquanto você acreditar, o medo não vai se instalar.
Para viver intensamente é necessário conviver com os riscos.
O medo reside no sofrimento do passado e cria a dor do futuro.
Nosso maior adversário está dentro de nós.
Uma das armadilhas mais comuns da infelicidade é o adiantamento.
Antes de reagir, observe.
As pessoas costumam sofrer mais do que a situação exige.

Veja o caso do amor, por exemplo: o amor é um aprendizado.

Como diz o poeta, amar se aprende amando.
Nunca desista de um amor simplesmente por causa dos obstáculos.
Poder é ser dono de sua atenção.
Quando o amor é artificial, o dinheiro tornar-se fundamental.
Nós é que transformamos a semente em árvore para poder colher os frutos.
É importante entender que o sofrimento quase sempre é uma opção individual.
Sofrer ou não é uma decisão de cada pessoas e de mais ninguém.
O problema é que destruir o passado é o mesmo que abandonar uma parte de si próprio.
As pessoas estão se esquecendo do quanto é gostoso sair só para se divertir, conhecer gente, trocar afetos e fazer amizades.
As feridas da alma são curadas com carinho, atenção e paz.
Você é a pessoa que escolhe ser.
O ser humano saudável é infinitamente criativo, mas quando fica neurótico torna-se excessivamente rígido.
As pessoas criam mitos para depois se decepcionar com eles.
As pessoas acreditam e vivem baseadas em suas verdades.
Sua vida é conseqüência do que você é.
Quando se tem sonho grande, a vida se expande. Sonhos grandes impulsionam, motivam, dão energia.
Sonhar é de graça, mas realizá-lo custa muito.
Problemas não impedem ninguém de ser feliz.
A felicidade é a oportunidade que você cria para ser o artista de sua autocriação.
Felicidade é algo que vive dentro de você, de seu coração.
"Busque agir para o bem, enquanto você dispõe de tempo. É perigoso guardar uma cabeça cheia de sonhos, com as mãos e o coração desocupados.

(Roberto Shinyashiki)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

.) Um minuto pode mudar tudo na tua vida, então pense...


Nascido no ano de 1879, Albert Einstein, um dos maiores gênios da humanidade foi contemporâneo de inúmeras crises. A primeira delas foi pessoal: Einstein era um aluno medíocre e tinha muita dificuldade em aprender. Depois, uma crise geopolítica provocou a primeira Grande Guerra Mundial, em 1915. Já, excesso de especulação provocaria a quebra da Bolsa de Valores de Nova York e a Grande Depressão, que levou milhares de investidores a perderem todos os seus bens. Einstein viveria, ainda - já como consagrado físico - a segunda Grande Guerra Mundial e o desenvolvimento das bombas atômicas.

Contudo, do alto seu gênio, o criador da Teoria da Relatividade negou-se a ser apenas um observador daqueles eventos: como suas manifestações sempre eram ouvidas e respeitadas, Einstein elaborava detalhados textos que influenciavam as tomadas das decisões das autoridades da época.

E, depois de 54 anos da morte de Albert Einstein, uma nova crise grassa pelo planeta. Mesmo escrito há tantos anos, o texto a seguir permanece atual, apontando as soluções para ultrapassar mais um momento de crise.

Esccreve Einstein:


"Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado".
Quem atribue à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la"


Assim como o leão é considerado o rei dos animais, a águia tem a primazia das aves. Sua habilidade, agilidade e força fazem com que seja considerada a rainha dos céus. Símbolo da longevidade e da eterna juventude, a águia pode alcançar a idade de 80 anos. Mesmo assim, elas também enfrentam dificuldades.

Habitando as montanhas, elas têm de enfrentar as tempestades, carregadas de ventos e de raios. Nesta circunstância, a águia não se esconde numa gruta qualquer. Abre suas asas e voa acima das montanhas, acima das nuvens, a uma velocidade que pode chegar aos 100 quilômetros horários.

Elas sabem que as nuvens escuras, as tempestades e os raios situam-se numa faixa intermediária. Acima dela situa-se o sol, o horizonte azul e a tranqüilidade. Nesta luta elas podem perder penas, podem ferir-se, mas não temem e seguem adiante. Quando lá embaixo reina a escuridão e o medo, elas se situam na luz e na paz

Finalmente, as águias também morrem. Mas é muito difícil encontrar o cadáver de uma águia. Quando sentem que chegou a hora de partir, não se lamentam, não ficam com medo e seguem a lógica de sua vida. Procuram o pico mais alto, num esforço supremo recolhem o resto de forças que ainda dispõem e voam para frente e para o alto até a montanha aparentemente inatingível e esperam com grandeza o momento final.

Nada disso pode ser dito das galinhas. Elas vivem no chão, no curto espaço de um galinheiro com medo de tudo. Sua alegria consiste em encontrar pequenos insetos e um poleiro alto, que a mantenha longe da raposa. E morrem sem dignidade. A vida de cada pessoa pode se inspirar num ou outro modelo. É, sobretudo, nas horas de crise que se revela a têmpera da pessoa.

A galinha busca o poleiro, a águia o infinito.
Deus não pode servir de desculpa para preguiçosos. Ele não faz aquilo que compete a nós fazer. Depois que tivermos feito tudo o que está ao nosso alcance, ai sim, podemos e devemos recorrer a Ele.. Uma invocação, repetida muitas vezes na liturgia nos indica o caminho: A nossa proteção está no nome do Senhor. De resto, somos feitos para a grandeza.

Frei Prudente Neri, um capuchinho mineiro, falecido em 2009, fala das aves migratórias, que voam milhares de quilômetros em busca do sol, das flores e da vida. E quando a primavera termina elas reiniciam a misteriosa viagem de retorno. Diz ele: “assim há de ser também conosco, quando no crepúsculo de todos os outonos, cair sobre nós o frio do inverno. Carregados, então, pelo fascinante destino de nossa espécie, nós voaremos seguindo apenas o aceno da eternidade, rumo à morada da luz, o coração de Deus”:

Texto: Frei Aldo Colombo


Simplificar é mais fácil dizer do que fazer, porque a quantidade de tarefas e afazeres que exigem a nossa atenção dia após dia, muitas vezes parece o monte Everest – difícil de escalar! Mas o que é tão bom no acto de simplificar é que não tem de o fazer de uma só assentada. Pode e deve fazer uma coisa de cada vez. Mesmo com pequenos passos, vai conseguir percorrer o seu caminho e divertir-se durante a viagem!

Elabore uma pequena lista. Numa pequena folha de papel, faça uma lista curta com as 4 ou 5 coisas mais importantes da sua vida. O que é realmente mais importante? A que dá mais valor? Quais são as 4 ou 5 coisas que mais quer fazer na vida?
2. Acabe com uma obrigação.

Pense em todas as coisas que preenchem a sua vida e descubra aquela que lhe dá menos prazer fazer. Algo que lhe “roube” tempo, mas à qual até não dá muito valor. Pode ser a equipa de futebol onde joga todos os sábados, pode ser um cargo de direção numa associação local ou a administração do seu condomínio. Faça isso hoje, vai sentir-se muito aliviado.

Limpe uma gaveta. Ou uma estante ou um armário ou um canto de um quarto. Não precisa de ser um quarto inteiro ou um armário inteiro. Apenas uma pequena área, que pode utilizar como a sua base de simplicidade, expandindo a partir daí. Organize assim: 1) Esvazie o conteúdo da gaveta ou da estante para uma pilha. Depois, Volte a guardar, de forma ordeira, os objetos que valoriza e que têm real utilização.

Estabeleça limites. Basicamente, isto implica estabelecer limites para as coisas que faz regularmente. E tente cumprir esses limites. Hoje, apenas tem de fixar limites para algumas das coisas da sua vida. Amanhã, tente cumpri-los.

Simplifique a sua lista de “coisas para fazer”. Observe atentamente a sua lista. Se esta contiver mais do que 10 tarefas, provavelmente pode simplificá-la. Decida quais são as tarefas que podem ser eliminadas, delegadas, automatizadas, entregue a terceiros ou ignoradas. Encurte essa lista. Este é um excelente hábito para praticar, pelo menos, uma vez por semana.

Ganhe tempo livre. Em geral, simplificar a sua vida significa ganhar tempo livre para fazer as coisas que realmente gosta. Eis algumas ideias: levante-se mais cedo, veja menos televisão, almoce no escritório, dê um passeio na hora do almoço, desligue a Internet, veja os seus e-mails apenas uma vez por dia, desligue o celular, faça menos uma coisa todos os dias.

Organize a sua mesa de trabalho. Uma mesa de trabalho limpa e organizada produz sentimentos positivos e surpreendentes no seu proprietário! É das tarefas mais simples de fazer e o retorno é excelente!

Esvazie a caixa de entrada do seu e-mail. Fazer isto tem o mesmo efeito psicológico que ter uma secretária limpa. A caixa de entrada do seu e-mail está sempre cheia de mensagens lidas e não lidas? Sim? Então isso significa que está a demorar muito tempo a tomar decisões relativamente aos seus e-mails. Agora, cada vez que consultar o seu e-mail, processe as mensagens sempre com o intuito de esvaziar a caixa de entrada.

Que bom que vai ser ter uma caixa de entrada finalmente vazia!
Mais devagar é melhor. Passamos o dia em “modo apressado”, correndo entre tarefas, reuniões e compromissos diários até ao final do dia, quando nos estendemos, exaustos, em cima do sofá. Esteja presente. Isto não é algo que vai conseguir dominar hoje, mas pode começar a praticar agora mesmo.

Uma coisa de cada vez. Em vez de executar múltiplas tarefas em simultâneo, faça uma coisa de cada vez. Livre-se de todas as possíveis distrações, resista a qualquer desejo para conferir o seu e-mail ou para atender o celular enquanto está executando alguma coisa. Concentre-se exclusivamente na tarefa que tem em mãos até terminar. Ao atingir esta concentração, você já passou, novamente a ser seu próprio dono.

Compartilhem

The World Is Mine
David Guetta
Eu acredito na maravilha
Eu acredito que esta nova vida pode fazer
Como um deus que eu estou sob
Há drogas correndo pelas minhas veias
Eu acredito na maravilha
Eu acredito que eu posso tocar a chama
Há um feitiço que estou sob
Tenho que voar, eu não sinto nenhuma vergonha
O mundo é meu
O mundo é meu
O mundo é meu
Eu perdi meu medo a guerra e paz
Eu faço o meu melhor (o mundo é meu)
Você leva o preço e percebe
Que para seus olhos (o mundo é meu)
Dê uma olhada o que você começou
No mundo piscando de seus olhos
E você sabe que você tem que
partir do trovão você sente por dentro
Eu acredito no sentimento
Toda a dor que você deixou para morrer
Acredite acreditando
Na vida que você dá para tentar
O mundo é meu
O mundo é meu
O mundo é meu
Eu perdi meu medo a guerra e paz
Eu faço o meu melhor (o mundo é meu)
Você leva o preço e percebe
Que para seus olhos (o mundo é meu)
O mundo é meu
Eu perdi meu medo a guerra e paz
Eu faço o meu melhor (o mundo é meu)
Você leva o preço e percebe
Que para seus olhos (o mundo é meu)

Eu perdi meu medo a guerra e paz (o mundo é meu)
Eu faço o meu melhor (O mundo é meu)
Você leva o preço e percebe (O mundo é meu)
Que para seus olhos (O mundo é meu)


>> www.letras.mus.br

O grupo Rolling Stones divulgou, na última segunda-feira (19), o clipe para a faixa “No Spare Parts“. A música integra o box especial de reedição do disco “Some Girls”, de 1978.
“No Spare Parts” já havia aparecido em vários bootlegs do grupo ao longo dos anos, mas só agora foi lançada oficialmente. O vídeo alterna imagens ao vivo dos Rolling Stones com cenas de acontecimentos pelo mundo e manchetes em jornais.



Não podemos fazer muito sobre a extensão de nossas vidas, mas podemos fazer muito sobre a largura e a profundidade delas." (Evan Esar)


Ao aniversariante do dia, Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam, o Edward Louis Severson III, Evanston, Illinois, 23 de Dezembro de 1964...
MUITO:
sucesso
anos de vida
muitos shows (inclusive em Porto Alegre / RS) e
nos veremos em breve, assim espera eu e milhares de fãs pelo mundo a fora...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

;) Viva como se fosse o último segundo, sempre!



The summer is tragic Chegou o verão. E com ele …
Publicado em 23 outubro, 2003 por jululi
The summer is tragic
Chegou o verão. E com ele também chegam os pedágios, os congestionamentos na estrada, os bichos geográficos no pé e a empregada cobrando hora-extra.
Verão tambem é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Ki-suco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca.
Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no tênis. Mas o principal, o ponto alto do verão é… a praia!!
Ah, como é bela a praia!
Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção.
Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das véias.
Os jovens de jet ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a prancha pra abrir a cabeça dos banhistas.
O verão é Brasil, é selva, é carnaval, é tribo de índio canibal.
Todo mundo nu de pele vermelha. As mulheres de tanga, os homens de calção tão justo que dá até pra ver o veneno da flecha, e todo mundo se comendo cru.
O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão chegando. É muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa, toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de férias.
Em menos de cinqüenta minutos, todos já estão instalados, besuntados e prontos pra enterrar a avó na areia.
E as crianças? Ah, que gracinha! Os bebês chorando de desidratação, as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar, os adolescentes ouvindo walkman enquanto dormem.
As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho afogado e caminhar vinte quilômetros pra encontrar o outro pé do chinelo.
Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como perfurar um poço pra fincar o cabo do guarda-sol.
É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar em pé.
Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da maravilha que é entrar no mar! Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de cerveja no fundo. Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.
Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita cheia de areia, vem aquela vontade de fritar na chapa.
A gente abre a esteira velha, com cheiro de velório de bode, bota o chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha.
Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor.
Mas, claro, tudo tem seu lado bom. E à noite o sol vai embora. Todo mundo volta pra casa, toma banho e deixa o sabonete cheio de areia pro próximo. O xampu acaba e a gente acaba lavando a cabeça com qualquer coisa, desde o creme de barbear até desinfetante de privada. As toalhas, com aquele cheirinho de mofo que só a casa de praia oferece.
Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede pra adquirir um bom torcicolo.
O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família. Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo possa se encontrar no mesmo inferno tropical.

(Rosana Hermann) sim, o texto é dela, apesar de algumas cópias circularem pela net como sendo do veríssimo.
Ads by Google

>> O "Hino" para mim que em breve sairá de um "lugar" onde nem deveria estar...

Nunca Mais Voltar
TNT

Tô aí há horas, eu vou embora
Hora de me mandar, aqui tá devagar
Tava cansado da mesma história
Aqui não tá legal, aqui não tá pra mim

Não vou mais voltar pra aquele lugar
Não vou mais voltar pra aquele lugar
Não me pergunte, não tenho resposta
Não me procure, nem peça que volte

Não resta nada, olhando a estrada
Resolvi pensar em nunca mais voltar
Não fica triste, sei que numa dessas
A gente vai se encontrar, em algum outro lugar

Não vou mais voltar pra aquele lugar
Não vou mais voltar pra aquele lugar
Não me pergunte, não tenho resposta
Não me procure, nem peça que volte

>> Para um "ser" que sempre conquistou minha vida:

Sempre Com Você
Luan Santana

E eu que achava que...
A vida fosse só uma viagem,
Que o mundo tinha me esquecido!

E eu que achava que...
O amor não existia pra todo mundo,
Que era coisa de cinema!

Aí você apareceu...
Com um olhar me convenceu
Anjo de asas coloridas,
Amor além da vida!

Eu não resisti a tanto amor...
O meu coração se entregou,
E venha o que vier,
Eu vou estar pra sempre com você!

Aí você apareceu...
Com um olhar me convenceu
Anjo de asas coloridas,
Amor além da vida!

Eu não resisti a tanto amor...
O meu coração se entregou,
E venha o que vier,
Eu vou estar pra sempre com você!

>> acessem www.planetaatlantida.com.br e saiba das atrações pra 2012.

O que fazer para melhorar o cérebro ?

Resposta:

Você tem de tratar do espírito.
Precisa estar feliz, de bem com a vida, fazer exercício.

Se está deprimido, com a autoestima baixa , a primeira coisa que acontece é a memória ir embora.
90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto, desestímulo.

Para o cérebro funcionar melhor, você tem de ter motivação.
Acordar de manhã e ter desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a autoestima no ponto.


PODER: Cabeça tem a ver com alma?
PN: Eu acho que a alma está na cabeça. Quando um doente está com morte cerebral, você tem a impressão de que ele já está sem alma... Isso não dá para explicar, o coração está batendo, mas ele não está mais vivo.

PODER: O que se pode fazer para se prevenir de doenças neurológicas?
PN: Todo adulto deve incluir no check-up uma investigação cerebral. Vou dar um exemplo: os aneurismas cerebrais têm uma mortalidade de 50% quando rompem, não importa o tratamento. Dos 50% que não morrem, 30% vão ter uma sequela grave: ficar sem falar ou ter uma paralisia. Só 20% ficam bem. Agora, se você encontra o aneurisma num checkup, antes dele sangrar, tem o risco do tratamento, que é de 2%, 3%. É uma doença muito grave, que pode ser prevenida com um check-up.

PODER: Você acha que a vida moderna atrapalha?
PN: Não, eu acho a vida moderna uma maravilha. A vida na Idade Média era um horror. As pessoas morriam de doenças que hoje são banais de ser tratadas. O sofrimento era muito maior. As pessoas morriam em casa com dor. Hoje existem remédios fortíssimos, ninguém mais tem dor.

PODER: Existe algum inimigo do bom funcionamento do cérebro?
PN: O exagero.
Na bebida, nas drogas, na comida.
O cérebro tem de ser bem tratado como o corpo. Uma coisa depende da outra.
É muito difícil um cérebro muito bem num corpo muito maltratado, e vice-versa.

PODER: Qual a evolução que você imagina para a neurocirurgia?
PN: Até agora a gente trata das deformidades que a doença causa, mas acho que vamos entrar numa fase de reparação do funcionamento cerebral, cirurgia genética, que serão cirurgias com introdução de cateter, colocação de partículas de nanotecnologia, em que você vai entrar na célula, com partículas que carregam dentro delas um remédio que vai matar aquela célula doente. Daqui a 50 anos ninguém mais vai precisar abrir a cabeça.

PODER: Você acha que nós somos a última geração que vai envelhecer?
PN: Acho que vamos morrer igual, mas vamos envelhecer menos. As pessoas irão bem até morrer. É isso que a gente espera. Ninguém quer a decadência da velhice. Se você puder ir bem de saúde, de aspecto, até o dia da morte, será uma maravilha.

PODER: Hoje a gente lida com o tempo de uma forma completamente diferente. Você acha que isso muda o funcionamento cerebral das pessoas?
PN: O cérebro vai se adaptando aos estímulos que recebe, e às necessidades. Você vê pais reclamando que os filhos não saem da internet, mas eles têm de fazer isso porque o cérebro hoje vai funcionar nessa rapidez. Ele tem de entrar nesse clique, porque senão vai ficar para trás. Isso faz parte do mundo em que a gente vive e o cérebro vai correndo atrás, se adaptando.

PODER: Você acredita em Deus?

PN: Geralmente depois de dez horas de cirurgia, aquele estresse, aquela adrenalina toda, quando acabamos de operar, vai até a família e diz:
"Ele está salvo".
Aí, a família olha pra você e diz:
"Graças a Deus!".
Então, a gente acredita que não fomos apenas nós

>> www.maisnova.fm.br Mensagem do dia

A raposa e o lenhador

xistiu um Lenhador que acordava às 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite. Esse lenhador tinha um filho, lindo, de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança. Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada. Os vizinhos do Lenhador alertavam que a Raposa era um bicho, um animal selvagem; e portando, não era confiável. Quando ela sentisse fome comeria a criança. O Lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e jamais faria isso. Os vizinhos insistiam: - "Lenhador abra os olhos ! A Raposa vai comer seu filho." - "Quando sentir fome, comerá seu filho ! " Um dia o Lenhador muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários - ao chegar em casa viu a Raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensangüentada ... O Lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa... Ao entrar no quarto desesperado, encontrou seu filho no berço dormindo tranqüilamente e ao lado do berço uma cobra morta ... O Lenhador enterrou o Machado e a Raposa juntos... Se você confia em alguém, não importa o que os outros pensem a Respeito, siga sempre o seu caminho e não se deixe influenciar, mas principalmente, nunca tome ATITUDES precipitadas.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

:✰ Pois viver deveria ser - até o último pensamento e derradeiro olhar - transformar-se. Lya Luft




>> http://guiadecidades.terra.com.br/pe/musica-rock-opiniao-apresenta-smells-like-opiniao-en-porto-alegre

A última edição de 2011 do Smells Like Opinião traz de volta ao palco da casa a banda Smells (foto) e a banda Street Flash.

O Smells é formado por Filipe Teixeira e Rue Bueno (voz), Andrey Otto Aires e Paulo Lirio (guitarras), Matheus Lincke (baixo), Denis Biavatti (bateria) e Miguel Neves (teclado).

Já o Street Flash tem em sua formação Victor Wichmann (voz), Magnus Wichmann (guitarra), Francis Cassol (bateria), Pedro Fauth (baixo), Marcelo Rodrigues (teclado).


>> www.maisnova.fm.br

(Carlos Drummond de Andrade) Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namoro de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, de saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabiru, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas, namorado, mesmo, é muito difícil. Namorado não precisa ser o mais bonito, mas aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda, decidida ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição. Quem não tem namorado, não é que não tem um amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem pretendentes, dois paqueras, um envolvimento e dois amantes, mesmo assim pode não ter um namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas, medo do pai, sanduíche de padaria ou drible no trabalho. Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar sorvete ou lagartixa é quem ama sem alegria. Não tem namorado quem faz pacto de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida, escondida, fugida ou impossível de durar. Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas: de carinho escondido na hora em que passa o filme: de flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada; de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo alado, tapete mágico ou foguete interplanetário. Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado, fazer cesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor, nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele, abobalhados de alegria pela lucidez do amor. Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e a do amado e sai com ela para parques, fliperamas, beira d'agua, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos e musical da Metro. Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não chateia com o fato de o seu bem ser paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia de sol em plena praia cheia de rivais. Não tem namorado quem ama sem se dedicar; quem namora sem brincar; quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele. Não tem namorado quem confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo, e quem tem medo de ser afetivo. Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando duzentos quilos de grilos e de medo, ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras, e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada, e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da janela. Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uam névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteira: Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu aquele pouquinho necessário pra fazer a vida parar e de repente tudo parecer que faz sentido. Enlou-cresça.

Uma rodela de cenoura parece um olho humano. A pupila, íris e linhas raiadas são semelhantes ao olho humano... e SIM, a ciência agora mostra que a cenoura fortalece a circulação sanguínea e o funcionamento dos olhos.n Um tomate tem quatro câmaras e é vermelho. O coração é vermelho e têm quatro câmaras. Toda a investigação mostra que o tomate é de fato um puro alimento para o coração e circulação sanguínea.n As uvas crescem em cacho que tem a forma do coração. Cada uva assemelha-se a uma célula sanguínea e toda a investigação hoje em dia mostra que as uvas são também um alimento profundamente vitalizador para o coração e sangue.n Os feijões são exatamente idênticos aos rins humanos e realmente curam e ajudam a manter a função renal.n Berinjelas, abacates e pêras são parecidos com o ventre e cervix feminino e realmente ajudam à saúde e funcionamento destes. Atualmente a investigação mostra que quando uma mulher come um abacate por semana, equilibra os hormônios, não acumula gordura indesejada na gravidez e previne cancros cervicais. E que profundo é isto?... Demora exatamente 9 meses para um cultivar um abacate da flor a fruta. Existem mais de 14 000 componentes químicos fotolíticos em cada um destes alimentos (a ciência moderna apenas estudou e nomeou cerca de 141).n Uma noz parece um pequeno cérebro, com hemisférios esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores. Até as rugas e folhos de uma noz são semelhantes ao neo-cortex. Agora sabemos que as nozes ajudam a desenvolver mais de 3 dúzias de neurotransmissores para o funcionamento do cérebro.n O aipo, bok choy, ruibarbo e outros são idênticos a ossos. Estes alimentos atingem especificamente a força dos ossos. Os ossos são compostos por 23% de sódio e estes alimentos têm 23% de sódio. Se não tiver sódio suficiente na sua dieta o organismo retira sódio dos ossos, deixando-os fracos. Estes alimentos reabastecem as necessidades do esqueleto.n Figos estão cheios de sementes semelhantes ao espermatozóide que estão pendurados aos pares quando crescem. Os figos aumentam a mobilidade e aumentam os números do esperma masculino, assim como ajudam a ultrapassar a esterilidade masculina.n As batatas doces são idênticas ao pâncreas e de fato equilibram o índice glicémico de diabéticos, principalmente a batata yacom.n Azeitonas são semelhantes aos ovários e de fato ajudam a saúde e funcionamento dos ovários.n Toranjas, laranjas e outros citrinos assemelham-se a glândulas mamárias femininas e realmente ajudam à saúde das mamas e à circulação linfática, dentro e fora das mamas.n As cebolas parecem células do corpo. A investigação atual mostra que a cebola ajuda a limpar materiais excedentes de todas as células corporais. Até produzem lágrimas que lavam as camadas epiteliais dos olhos... Há coincidências,na vida. Mas, também oderíamos chamá-las de destino.

>> www.pensador.com.br/Lya Luft

As pessoas são responsáveis e inocentes em relação ao que acontece com elas, sendo autoras de boa parte de suas escolhas e omissões.

Lya Luft

O Theatro São Pedro apresenta o último show da temporada de 2011 entitulado A Noite do Rei, com Rafael Malenotti.


>> http://guiadecidades.terra.com.br/pe/musica-show-rafael-malenotti-exibe-a-noite-do-rei-en-porto-alegre
Vocalista da banda Acústicos e Valvulados, Malenotti homenageia os 50 anos de carreira de Roberto Carlos, passando pelas principais músicas da carreira do cantor.

No repertório estão canções como Quando, Se Você Pensa, É Proibido Fumar, As Curvas Da Estrada de Santos e É Preciso Saber Viver.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

;#) Nunca desistir do objetivo e contar sempre com alguém






Quem procura ajuda psicoterápica tem grandes chances de sair da sessão com a indicação de um tratamento inusitado: a compra, ou adoção, de um bichinho de estimação. Prova de que o homem está na natureza – e que a natureza está no homem – a interação de seres humanos com pets é cada vez mais valorizada quando ganhos em saúde física e mental são necessários, informou o zh.com.

E não pense que a interação é sugerida apenas para que uma pessoa não se sinta tão solitária: é mais do que isso. Especialistas, sobretudo em saúde mental, costumam dizer que os mascotes têm poder de equilibrar as nossas emoções, e, em alguns casos, restabelecer as funções do organismo por meio da troca de experiências. É a chamada zooterapia.

– Ter um animal em casa não vai fazer com que pessoa deixe de sentir a dor da perda, nem curar uma depressão. Mas poderá contribuir bastante para a diminuição dessa dor, tirando um pouco do foco nela. Ao se distrair, a pessoa equilibra melhor suas emoções, sofrendo menos e administrando melhor a situação – explica o psicólogo Fernando Elias José.

Como um antidepressivo natural, e com pouca contraindicação, cuidar de um cãozinho, coelho, papagaio, gato ou cavalo é válido para os mais diversos tipos de problemas, desde aqueles que estão passando por uma depressão sazonal, como um luto, a indivíduos portadores de necessidades especiais, crianças com problemas de relacionamento ou aprendizagem, entre outros. Segundo o artigo publicado na revista Journal of Personality and Social Psychology, o estudioso Allen McConnel, da Universidade de Miami, disse que, em termos gerais, essas pessoas têm mais qualidade de vida e conseguem resolver melhor diferenças individuais do que as que não têm animal de estimação.

Outro estudo, publicado na American Journal of Cardiology, mostra que pessoas que interagem com animais constantemente tendem a apresentar níveis controlados de estresse e de pressão arterial, além de estar menos propensos a desenvolver problemas cardíacos.

O mecanismo que transforma um cãozinho companheiro em um forte aliado na qualidade de vida do seu dono passa, é claro, pela troca de afeto entre eles. Segundo a veterinária e doutora em Psicologia Ceres Faraco, discute-se várias questões que tangem a aproximação de pessoas com bichos, sobretudo os considerados mais próximos dos seres humanos, como cães e gatos.

– Eles auxiliam no tratamento porque proporcionam estímulos multissensoriais, que passam por questões como afeto, comunicação não-verbal, como estímulos visuais, táteis, auditivos, e a confiança. É como se a pessoa se sentisse praticamente “obrigada” a sair de dentro de si, pois o animal demanda afeto e faz nos sentir necessitados a atendê-los. Sem contar que o animalzinho não reclama, não pede nada em troca, não dá bola para aparência e o quanto alguém está sofrendo. No mundo animal não existe esse tipo de conflito – resume a especialista, ressaltando que a resposta positiva a essa “obrigação” é quase mágica para quem precisa se livrar de um sofrimento.

De acordo com a responsável pela Terapia Assistida por Cães da Associação Brasileira de Hippoterapia e Pet Terapia (Abrahipe), Paula Bicchile Suelotto, no contato de crianças, jovens e adultos portadores de necessidades especiais – seja por comprometimento motor, mental ou em ambos os aspectos – a utilização dos cães facilita muito o trabalho do profissional, pois o indivíduo atendido não considera que está em processo terapêutico, mas sim, brincando com os cães.

– Isso é importante porque as atividades fogem da rotina terapêutica à qual estão acostumados, gerando motivação em realizar as atividades, o que contribui muito para o desenvolvimento neuropsicomotor de nossos pacientes – afirma Paula.

Quem sabe bem disso é a empresária do ramo de alimentação Rossana Vecchio, 40 anos, que colhe há anos os benefícios da amizade com a cadelinha Ming. Rossana já era casada quando, em 2002, ganhou a simpática vira-latas de uma empregada. Sem filhos, ela e o marido viviam uma vida tranquila em Nova Prata, na Serra. Até que um acidente, em 2007, deixou Rossana viúva prematuramente.

– Meu marido estava voltando de um jantar de trabalho em Nova Araçá, perdeu o controle da direção e bateu numa árvore. Morreu na hora. Foi um choque – lembra a empresária.

Os primeiros seis meses meses de luto foram muito difíceis, por isso ela resolveu passar uma temporada na casa dos pais. Ming, é claro, foi junto.

– Desde o início ela parecia sofrer junto comigo. Ela se comunicava da maneira dela, parecia chorar comigo, dizendo que também sentia falta. Ela me amparava, me fazia sair de casa para passear, ter vida social, mesmo quando eu não achava que seria impossível – conta ela, que vive atualmente em Porto Alegre, com sua fiel escudeira.

– Ela é parte da minha história – finaliza.

Postado 12/12/2011 às 09:46 por Luciano Pettorini (Rádio Maisnova FM Caxias)


Mais Uma Vez
Renato Russo

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem.

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja a nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem.

Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!

>>Quarta dia 14 de Dezembro de 2011

Natal das Estrelas de Carlos Barbosa

Shows: César Oliveira & Rogério Melo + San Marino
Data: Quarta feira - 14/12
Horário: A partir das 20h
Local: Parque da Estação de Carlos Barbosa
Entrada franca

Realização: Prefeitura Municipal de Carlos Barbosa
Promoção: Maisnovafm

Mais Uma Vez
Jota Quest

Te tenho com a certeza
De que você pode ir
Te amo com a certeza
De que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você surgiu e juntos
Conseguimos ir mais longe

Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca somos dois
A nossa liberdade é o que nos prende

Viva todo o seu mundo
Sinta toda liberdade
E quando a hora chegar, volta...
Que o nosso amor está acima das coisas...desse mundo

Vai dizer que o tempo
Não parou naquele momento
Eu espero, por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez!

Te amo com a certeza
De que você pode ir,
Te tenho com a certeza
De que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você chegou e juntos conseguimos ir mais longe
Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca... somos dois

Vai dizer que o tempo
Não parou naquele momento
Eu espero por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez (mais uma vez)

Não parou naquele momento
Eu espero por você
O tempo que for
Nós vamos estar juntos
Estar juntos
Mais uma vez

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

*) Repassem esta idéia adiante hoje e sempre....



->>Se liguem hoje a noite no Teatro Renascença apartir das 21h,
show da Banda O Quinto em benefício do Instituto do Câncer Infantil; leve
um brinquedo novo e mais informações no www.facebook.com/icirs.

Se vocês querem ser voluntário(a)s acessem: www.ici-rs.org.br
e ou ligue pra (51) 3331- 8704 Porto Alegre/RS;

Estas músicas são mais recentes sucessos da banda

Cronologia
O Quinto

Um segundo vira um minuto
Quando chega a hora o dia vai acabar
Se ligue o tempo não volta
Passa o dia chega à semana
Você esta no ontem o mês vai terminar
Se ligue o tempo não volta

Faça hoje o amanhã chegue antes do trem
Amanhã quando acordar sonhe o ano que vem

Viva no tempo sem descompassar
Seja o vento antes da chuva
Colha as flores antes de chegar
Um vil outono que seca suas folhas

Um segundo vira um minuto
Quando chega a hora o dia vai acabar
Se ligue o tempo não volta
Passa o dia chega à semana
Voce esta no ontem o mês vai terminar
Se ligue o tempo não volta

Faça hoje o amanhã chegue antes do trem
Amanhã quando acordar sonhe o ano que vem

Viva no tempo sem descompassar
Seja o vento antes da chuva
Colha as flores antes de chegar
Um vil outono que seca suas folhas
Se ligue o tempo não volta
Um vil outono que seca suas folhas
Se ligue o tempo não volta

(f)
"levante não espere
Se ligue que o tempo não volta não
Acorde se libere parar no tempo pode ser a perdição
Viva no tempo sem descompassar
Seja o vento antes da chuva
Colha as flores antes de chegar
Um vil outono que seca suas folhas"

Faça hoje o amanhã chegue antes do trem
Amanhã quando acordar sonhe o ano que vem.

(repetir o refrão até o final)

Acessem o site da banda: www.oquinto.com
o twitter de um dos integrantes, do Zandu Lipp, @zandulipp


Sua Ausência
O Quinto

Hoje eu sinto tanto a falta que faz você
Procurando um outro alguém
Que me fizesse te esquecer
O dia é cada vez mais longo
Nada importa e o que querer
Tô buscando um motivo pra tentar reviver
Um tempo um instante que eu pude ter você
Perto de mim
Um beijo o rosto
Me faz lembrar o que eu não esqueci

(solo)
Hoje eu sinto tanto a falta que faz você
Procurando um outro alguém
Que me fizesse te esquecer
O dia é cada vez mais longo
Nada importa e o que querer
Tô buscando um motivo pra tentar reviver
Um tempo um instante que eu pude ter você
Perto de mim
Um beijo o rosto
Me faz lembrar o que eu não esqueci

Quantas vezes eu tentei encontrar
Outro alguém que tivesse seus traços
Mas agora eu deixei de inventar
Meu destino é viver nos teus braços

Um tempo um instante que eu pude ter você
Perto de mim
Um beijo o rosto
Me faz lembrar o que eu não esqueci.

(repetir refrão)


O endereço pra visitar pessoalmente é Rua Francisco Ferrer n 276
Bairro Rio Branco

Mensagem abaixo do www.maisnova.fm.br Mensagem do dia

Continuo vendo que pessoas desocupadas são as que mais cansam. Descansam tanto que se enfastiam. Cansam de descansar. E, apesar disto, não interrompem o descanso que tanto as cansa. Quando tantos não possuem tempo, pessoas cansadas elegem como prioridade fazer o tempo passar. Pessoas cansadas deitam cedo e despertam tarde. À noite, antes de se posicionarem na horizontal, cansam ao permanecer por horas diante da televisão. Cansam ao receber tantas informações. Cansam ao permanecer sentadas. Cansam os ouvintes ao repetir-lhes, todos os dias, ao amanhecer, que só viram violência, corrupção, tragédias. Estão cansadas. E quando a noite chega, outra vez, o ritual se repete: janta, televisão, cama. Somaram mais 24 horas de cansaço. Cansaram também aqueles que viram tais pessoas cansadas, mais ainda ao terem certeza de que, no dia seguinte, estariam, inevitavelmente, cansadas. Pessoas cansadas perdem o brilho dos olhos. Vacilam ao caminhar. E não conhecem o caminho. Porque não sabem aonde querem chegar. E para quem não sabe o destino, qualquer caminho serve. E isto cansa. Pessoas cansadas, tantas vezes, ocupam-se e preocupam-se tão somente consigo. Tornam-se o centro de tudo. Dedicam sua vida para cuidar de si mesmas: sua obsessão por remédios, suas constantes dores de cabeça, sua coluna que dá sinais de debilidade, sua memória que já não responde como antigamente, suas pernas que não ajudam, sua dieta... Com razão, estão cansadas. Pessoas cansadas assim não devem ser criticadas, mas, respeitadas, compreendidas, amadas e orientadas. Mostre-se-lhes que o cansaço provem da falta de metas, sonhos, esperança, enfim, falta de trabalho. Trabalho que pode significar solidariedade. Ajudar, alcançar algo ao próximo, informar, partilhar, dividir o que a gente sabe é solidariedade. Informe às pessoas cansadas que deixem o caminho da farmácia (ops! não sou contra as farmácias) e se dediquem aos outros. Amor ao próximo é uma fonte natural de saúde. E de descanso também. Informe-se-lhes que participar de grupos de famílias, frequentar a comunidade, orar, refletir a Palavra de Deus, ler, escrever... geram saúde. E se viverem assim, elas estarão permanentemente descansadas. Vale tentar.

Frei Irineu Costella

sábado, 3 de dezembro de 2011

:O verdadeiro significado das coisas é encontrado ao se dizer as mesmas coisas com outras palavras. Charles Chaplin




Amanhã tem Grenal e como náo poderia ser diferente,imagens lindaa do Olímpico Monumental...


GREMISTA é diferente de qualquer outro torcedor
É diferente, pois não se restringe a ser somente torcedor
Ser GREMISTA é uma escolha de vida
Desde quando seu pai lhe deu a 1a camiseta
Na saúde e na doença
Nas alegrias e nas tristezas
Mesmo quando a doença parece não ir
E as tristezas teimam em permanecer

O GREMISTA é capaz de
Após uma derrota humilhante
Pegar a camisa no armário
E sair às ruas
Isso por que o
GREMISTA não torce por um time
Não torce por um jogador
Torce com sua alma, por uma alma
Torce com seu coração, por um coração
Por uma nação, a NAÇÃO TRICOLOR

Os GREMISTAS apóiam seu time na derrota
Pois os obstáculos nos engrandecem nosso sentimento de nacionalismo
E que me perdoem os que têm apenas títulos

Claro que são importantes
Mas o GREMISTA tem algo que os outros nunca terão
Tem paixão
Tem coraçao
E acima de tudo...

>>>>>>>> RAÇA <<<<<<<<


Oração gremista

GRÊMIO NOSSO QUE ESTAIS NO OLÍMPICO

SANTIFICADO SEJA SEUS JOGADORES

VENHA SER O CAMPEÃO DA AMÉRICA

SEJA FEITA A NOSSA VONTADE

ASSIM NA VILA COMO NO OLÍMPICO

O GOL NOSSO DE CADA DIA NOS DÁ HOJE

PERDOAI OS VERMELHOS QUE SAEM NA 1ª FASE,

ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS ELES

POR TEREM PENSANDO EM NOS ALCANÇAR

E NÃO DEIXE O SANTOS NOS GANHAR DE FORMA ALGUMA

E VAMOS SAIR CAMPEÕES

AMÉM...


Hoje e amanhã tem Nei Lisboa na Capital, vale a pena ver e outra dica é ver As mulheres pessegueiros, peça de teatro bem bacana e mais uma dica de música é ver o show do Ben Harper.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

;) Imagem diz mais que algumas palavras









웃 ღ ♥ ♡ ❤ ❥ ❦ ∴ △ ∞ ☆ ★ ✖ 。◕‿◕。® ™ ☏℡✿゚✤

✥ ✦ ✧ ✩ ✫ ✬ ✭ ✮ ✯ ✰ ✱ ✲ ✳ ❃ ❂ ❁ ❀ ✿ ✾ ✽

✼ ✻ ✺ ✹ ✸ ✷ ₪ ❃ ❂ ❁ ❀ ✿ ✾ ✽ ✼ ✻ ✺ ✹ ✸ ✷

✶ ✵ ✴ ❄ ❅ ❆ ❇ ❈ ❉ ❊ ❋ ❖ ▲▼△▽⊿◤◥ ◣◥●••●

۩ ஜ ஜ ๑۩۞۩๑ⓛⓞⓥⓔ ஜ ஒ ண இஆ ௰ ௫&➸☑ ☒ ☓

☔ ☕ ☖ ☗ ☘ ☙ ☟ ☠ ☡ ☢ ☣ ☤ ☥ ☦ ☧ ☨ ☩ ☪ ☫ ☬ ☭ ☮ ☯ ૪

➹◎♩♫♭♪♯♬♮♫♯☁☀☃☂♣♥♪♫☼♀♂♦✗✘✚✪✣✤✥☠[̲̅♥̲̅]

$ ₣ ¢ £ ¤ ¥ ฿ ₠ ₡ ₢ ₣ ₤ ₥ ₦ ₧ ₨ ₩ ₫ ₪ € $ ¢ ﹩ £ ¥ ₩

๏̯͡๏ ⓛⓞⓥⓔ【ՏՁ】♦ ♠ ♥ ♣ ♢ ♤ ♡ ♧☽ ☾ ● ◯ ☚ ☛ ☜ ☝ ☞ ☟ ✌

єїэ Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ◐ї◑ ʚĭɞ ☼☾❍☁ ♥ - ❤ - ♡ - ಌ – ஜ - ღ - »♥« - ☜♥☞ - 『♥』- ❥-

♻ ♼ ♽ ∞ ზ ะ㋚ะ ๑㋡๑ ʚ㋞ɞ (◠゚̲̅◠) ♪ ♫♩♫♭♪♯♬♮♫♩♫♭♪♯♬♮♬♪♫

⅟½⅓¾⅔⅕⅖⅗⅘⅙⅚⅛⅜⅝⅞ ➊➋➌➍➎➏➐➑➒➓ ➀➁➂➃➄➅➆➇➈➉

☼ ☀ ❂ ☁ ☂ ☃ ☄ ☾ ☽ ❄ ☇ ☈ ⊙ ☉ ℃ ℉ ° ❅ ✺ ϟ

Nomes pequenos: ᵏⁱˢˢ ᴾᴵᴺᴷ ᵀ ᴴ ᴱ ᴼ ᴿ ᴵ ᴳ ᴵ ᴻ ᴬ ᴸ - ᴬ ᴹ ᴼ ᴿ ᵖʳᵒᶠᶥᴵᵉ ₀₂ ᴸᴼᴸ ᴸᴼᵀᴬᴰᴼ ᶤ ᶫᵒᵛᵉ ᵧₒᵤ

┴┬┴┬┴┬┴┬┴┴┬┴┬┴┬┴┬┴┴┬┴┬┴┬┴┬┴┴┬┴┬┴┬┴┬┴┬┴

┬ ┭ ┮ ┯ ┰ ┱ ┲ ┳ ┴ ┵ ┶ ┷ ┸ ┹ ┺└ ┕ ┖ ┗ ┘ ┙ ┚ ┛

├ ┝ ┞ ┟ ┠ ┡ ┢ ┣ ┤ ┥ ┦ ┧ ┨ ┩ ┪ ┫ ░ ▒ ▓ ▔ ▕

▖ ▗ ▝▝ ▘ ▞ ▚ ▙ ▟▛ ▜ ❏ ❐ ❑ ❒ ▀ ▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄

⇫ ⇬ ⇭ ⇮ ⇯ ⇰ ⇱ ⇲ ⇳ ⇴ ⇵ ⇶ ⇷ ⇸ ⇹ ⇺ ⇤ ⇥ ⇦ ⇧ ⇨ ⇩ ⇪ ⌦ ⌧ ⌫ ⇌ ⇍ ⇎ ⇏ ⇐ ⇑ ⇒ ⇓ ⇔ ⇕ ⇖ ⇗ ⇘ ⇙ ⇚ ⇛ ⇜ ⇝ ⇞ ⇟ ⇠ ⇡ ⇢ ⇣ ↩ ↪ ↫ ↬ ↭ ↮ ↯ ↰ ↱ ↲ ↳ ↴ ↵ ↶ ↷ ↸ ↹ ↺ ↻ ↼ ↽ ↾ ↿ ⇀ ⇁ ⇂ ⇃ ⇄ ⇅ ⇆ ⇇ ⇈ ⇉ ⇊ ⇋ ← ↑ → ↓ ↔ ↕ ↖ ↗ ↘ ↙ ↚ ↛ ↜ ↝ ↞ ↟ ↠ ↡ ↢ ↣ ↤ ↥ ↦ ↧ ↨ ➫ ➬ ➩ ➪ ➭ ➮ ➯ ➱ ➟ ➡ ➢ ➣ ➤ ➥ ➦ ➧ ➨ ➚ ➘ ➙ ➛ ➜ ➝ ➞ ➸ ♐ ➲ ➳ ➳ ➴ ➵ ➶ ➷ ➸ ➹ ➺ ➻ ➼ ➽



Ayrton Mugnaini Jr., especial para o Yahoo! Brasil21 Nov 2011 12:11:14

“Piracicaba que eu adoro tanto...” Mas não em casos como este acontecido com um de seus habitantes, o cão Rottweiller Lobo. Recapitulando e resumindo: no dia 2 de novembro seu dono o arrastou pela rua com seu automóvel por pelo menos 300 metros (já é bastante, e segundo alguns relatos chegou a um quilômetro); Lobo foi socorrido e medicado por uma ONG (a Vira Lata Vira Vida), e iria ter alta no último dia 16, mas sofreu complicações e morreu na véspera.

O que fez Lobo para “merecer” esse tratamento de seu dono? Seja o que tenha sido, admitindo que ele tenha feito alguma coisa, lembremos que cães, por mais espertos que sejam, são irracionais e sem responsabilidade por seus atos. Na Idade Média, não se sabia disso e animais “criminosos” (por exemplo, cães, porcos ou bois desgarrados que feriam ou matavam pessoas e gatos que “serviam ao demônio”) eram julgados tal e qual os humanos, com advogado e tudo, mas hoje em dia somos conscientes de que quem responde pelo que um cão faz é seu dono. Isso admitindo, como dissemos, que Lobo tenha feito algum grande mal a algo ou alguém; se ele foi maltratado por nada, sem comentários.

Por sua vez, seres humanos maltratarem seres vivos é crime (um cão só poderá ser sacrificado se for extremamente agressivo e perigoso ou estiver terminalmente doente, mas isso é outro assunto), e no Brasil há duas leis a respeito: o decreto-lei Nº 24.645, de 10 de julho de 1934, que define maus tratos contra animais, e a lei federal Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, a Lei dos Crimes Ambientais, cujo artigo 32 proíbe “praticar ato de abuso e maus-tratos a animais domésticos ou domesticados, silvestres, nativos ou exóticos”.

Como denunciar
Muitas vezes os maus tratos a bichos nem são intencionais, como esquecer cães presos em corrente ao relento sob chuva ou sol escaldante, ou mantê-los em más condições de higiene. Nesses casos, costuma bastar uma advertência ao dono ou pessoa responsável.

Quem testemunhar casos graves de maus tratos e violência a animais deve ir à delegacia mais próxima e fazer um Termo Circunstanciado (traduzindo do juridiquês, é um Boletim de Ocorrência para crimes cuja pena não ultrapasse multa e dois anos de reclusão), com base no Artigo 32 citado acima.

Lembramos que as denúncias podem ser feitas anonimamente e que chegarão ao acusado com identificação do Ministério Público, pois juridicamente animais são considerados não só parte do meio ambiente, mas também um bem de propriedade do Estado.
Pode-se também denunciar por telefone e pela internet. A entidade protetora Arca Brasil informa que há vários Disque-Denúncia (para todos os crimes de violência, aliás) atendendo a todas as regiões do Brasil. Anotem:

>>REGIÃO SUL

RS - 181

SC - 181

PR - 181

>>REGIÃO SUDESTE

SP - 181

MG - 181

RJ - (21) 2253-1177 e 0300 2531177 (Petrópolis)

>>REGIÃO NORDESTE

BA - 3235-000 (Capital) e 181 (Interior)

SE - 181

AL – 0800 2849390 Polícia Civil e (82) 3201-2000 Polícia Militar

PE - (81) 3421-9595 (Capital) e (81) 3719-4545 (interior)

PB - 197

RN – 0800 842999

CE - (85) 3488-7877

PI – 0800 2805013

MA - 3233-5800 (Capital) e 0300 3135800 (interior)

TO – 0800 63 1190

>>REGIÃO NORTE

PA - (94) 3346-2250 e 181

AM – 0800 0920500

RR – 0800 951000

AP – 0800 968080

AC - 181

RO – 0800 6471016

>>REGIÃO CENTRO-OESTE

MT - 197

MS - 147

GO - 197

DF - 197

Lembremos também o IBAMA, cujo telefone é 0800 618080. Poderá ainda ser útil contatar a Delegacia do Meio Ambiente, e aqui vão os telefones de várias no Brasil:
Brasília: (61)3327-0576 Fax: (61)3328-6070
Goiânia: (62) 3201-2637, fax (62) 3201-2632 e e-mail: dema-goiania@policiacivil.go.gov.br
São Paulo: (11) 3214-6553 e (11) 3259-2801
Belém: (91) 3238-1225
Manaus: (92) 3446-3921
Recife: (81) 3419-3600
Macapá: (96) 3227-3188

No Estado de São Paulo, a Polícia Militar Ambiental atende a crueldades, desmatamento, caça, pesca ilegal, tráfico e venda de animais silvestres; seu número é 0800 132060. E na cidade de São Paulo, pode-se ligar também para o número 156, e a pessoa que atender abrirá um protocolo que será encaminhado ao Centro de Controle de Zoonoses.

Em Sampa é possível denunciar maus tratos a animais também pela Internet, e encaminhando B. O. eletrônico em www.seguranca.sp.gov.br (em até 30 minutos a Polícia entrará em contato para a confirmação das informações prestadas) ou denunciando pela página sac.prodam.sp.gov.br.


Saiba mais em:
http://www.pea.org.br/denunciar.htm
http://www.arcabrasil.org.br/
http://www.abpcea.org.br/40_governoestad.htm
http://www.familiaanimal.siteonline.com.br/interna.jsp?lnk=18708

...e o caso de Lobo
Quanto ao dono de Lobo, o mecânico Cláudio César Messias, resumindo novamente: ele irá responder por violação ao mencionado Artigo 32 da Lei de Defesa ao Meio Ambiente e aguarda em liberdade, já que não foi apanhado em flagrante; se condenado, poderá pegar um ano de prisão, além de pagar multa de R$ 1500, embora possa recorrer dessas sentenças.

Messias afirmou que apenas transportava Lobo preso por um cordão na carroceria e arrastou o cão por acidente devido a este ter caído para fora, parando o veículo ao ser alertado por passantes; ao ver o cão no meio da rua, achou que ele teria morrido e fugiu “de nervoso”; testemunhas afirmam que ele já vinha ameaçando matar o cão havia tempo.
Lobo recebeu durante sua internação vários pedidos para ser adotado – que pessoas como estas sejam, ou venham a ser, maioria e que os maus tratos a animais (que infelizmente não são privilégio do Brasil) sejam punidos como merecem até desaparecerem.


Fonte: http://br.especiais.yahoo.com/vida-de-cao/como-denunciar-maus-tratos-a-caes-241

.) Um ser ao ler se identifica ou não?

Acerte em tudo que puder acertar. Mas, não se torture com seus erros

(Paulo Freire)


A possibilidade de realizarmos um sonho é o que torna a vida interessante.

(Paulo Freire)

Não há vida sem correção, sem retificação.

(Paulo Freire)

>> textos retirados deste site: http://textos_legais.sites.uol.com.br/


A VIDA É O TREM QUE PASSA

Marillena S. Ribeiro


A vida é o trem que passa
Os sonhos são vagões
O amor é o maquinista
Somos nós, a estação!

Adquira seu bilhete, faça sua escolha
O trem vai seguindo continuadamente
Em cada vagão, o desejo de sua mente
...há também tristezas, desilusões
Com a passagem na mão, escolha!

A viagem, se longa não sabemos
A bagagem é cada dia vivenciada
Mudar o rumo, podemos
Sem mesmo saber da parada

A estação nunca pode estar vazia
Será sempre um passeio viver
Se sentar na janela, aprecie
Tudo é passagem, algo pode reter

Cada dia que passa é contagem regressiva
Viaje como se cada instante fosse único
Cada olhar como se fosse o último

Respire fundo, o caminho é longo
Encontrará adversidades
...tristezas
...saudades
...abismos
...retas
.curvas
inúmeras serão as vezes
que não veremos o que há além da curva
Mas o percurso seguirá sonhando

A vida é uma viagem
Somos mutantes
Somos passageiros
Somos nuvens
Somos fumaça

Por não saber decifrar o mapa da vida
Algumas vezes nos perderemos no trajeto
Mas, para quem sonha, nada é impossível
nunca se perde, sempre se encontra

Escute, ouça, é o apito de mais uma partida
Poderá estar partindo para novos lugares
sem roteiros
sem destino
sem poente ou nascente
A direção é para a felicidade
Conduzirá e será conduzido
O maquinista sempre atento
na história, na vida

De tudo que viver, uma coisa é certa:
Não se canse da viagem, prossiga
Lute, grite, implore
Mas não desista
...se cansar, acene, sorria
O maquinista não te deixará
Não hesite, não tema
Onde parar, um coração
certamente o acalentará

A viagem prossegue
...e sabendo onde quer ir
Vá seguro, você consegue
Sabendo sempre que vai valente...
sua viagem será eternamente...
no vagão de primeira classe.




HORA DE OUVIR OS ELEFANTES



A tragédia do Tsunami trouxe uma lição. Perdida no meio do oceano de notícias, soube-se que no Yala National Park, Sri Lanka, bem no meio de uma regiões mais afetadas pela mega onda, nenhum animal foi encontrado morto!

Repito: num parque onde havia 19 Km de praias, habitadas por centenas de elefantes, leopardos, pássaros, coelhos... ninguém morreu!

Verificou-se com espanto que antes da chegada do maremoto os animais, por alguma razão ainda não esclarecida, se deslocaram da praia e das áreas mais baixas, para a parte mais alta do parque. As águas chegaram a entrar 3 Km parque a dentro. Mas ali não havia ninguém. Ou melhor, nenhum bicho foi pego de calças curtas.

Surgiram alguns palpites. Na BBC e na National Geographic, cientistas afirmaram que possivelmente o fato se deu porque os animais ouvem uma freqüência de som produzida pelo terremoto, mais baixa do que as que os nossos ouvidos captam.
Segundo ele, os bichos também sentem vibrações no solo e do ar, as rally waves, estas, sim, também somos capazes de sentir em nosso próprio corpo. Ou melhor, seríamos. Nossa mente anda tão congestionada de informação, que apesar das rally waves chegarem até nossos corpos, essa informação é simplesmente deletada da nossa consciência.
Entenderam a tragédia?

Resumo: os bichos se salvaram porque estavam conectados. Nós, seres humanos, nos estrepamos porque estávamos também conectados, só que em outras ondas: rádio, TV, videogame, ou mesmo o sonzão do carro ou do botequim tocando no último um bate-estaca de ano novo.

Nesses meus poucos dias de férias, persegui como um louco a tecla mute do controle remoto. Tentando diminuir pelo menos o volume do mundo ao meu redor. Valorizar o botão de desliga. Tá ligado?

Tá na hora da gente ouvir menos o barulho e mais os elefantes.



Marcelo Tas

http://marcelotas.blog.uol.com.br/arch2005-01-01_2005-01-15.html.


SILÊNCIO

Clarice Lispector



É tão vasto o silêncio da noite na montanha. É tão despovoado. Tenta-se em vão trabalhar para não ouvi-lo, pensar depressa para disfarçá-lo. Ou inventar um programa, frágil ponto que mal nos liga ao subitamente improvável dia de amanhã. Como ultrapassar essa paz que nos espreita. Silêncio tão grande que o desespero tem pudor. Montanhas tão altas que o desespero tem pudor. Os ouvidos se afiam, a cabeça se inclina, o corpo todo escuta: nenhum rumor. Nenhum galo. Como estar ao alcance dessa profunda meditação do silêncio. Desse silêncio sem lembranças de palavras. Se és morte, como te alcançar.

É um silêncio que não dorme: é insone: imóvel mas insone; e sem fantasmas. É terrível - sem nenhum fantasma. Inútil querer povoá-lo com a possibilidade de uma porta que se abra rangendo, de uma cortina que se abra e diga alguma coisa. Ele é vazio e sem promessa. Se ao menos houvesse o vento. Vento é ira, ira é a vida. Ou neve. Que é muda mas deixa rastro - tudo embranquece, as crianças riem, os passos rangem e marcam. Há uma continuidade que é a vida. Mas este silêncio não deixa provas. Não se pode falar do silêncio como se fala da neve. Não se pode dizer a ninguém como se diria da neve: sentiu o silêncio desta noite? Quem ouviu não diz.

A noite desce com suas pequenas alegrias de quem acende lâmpadas com o cansaço que tanto justifica o dia. As crianças de Berna adormecem, fecham-se as últimas portas. As ruas brilham nas pedras do chão e brilham já vazias. E afinal apagam-se as luzes as mais distantes.

Mas este primeiro silêncio ainda não é o silêncio. Que se espere, pois as folhas das árvores ainda se ajeitarão melhor, algum passo tardio talvez se ouça com esperança pelas escadas.

Mas há um momento em que do corpo descansado se ergue o espírito atento, e da terra a lua alta. Então ele, o silêncio, aparece.

O coração bate ao reconhecê-lo.

Pode-se depressa pensar no dia que passou. Ou nos amigos que passaram e para sempre se perderam. Mas é inútil esquivar-se: há o silêncio. Mesmo o sofrimento pior, o da amizade perdida, é apenas fuga. Pois se no começo o silêncio parece aguardar uma resposta - como ardemos por ser chamados a responder - cedo se descobre que de ti ele nada exige, talvez apenas o teu silêncio. Quantas horas se perdem na escuridão supondo que o silêncio te julga - como esperamos em vão por ser julgados pelo Deus. Surgem as justificações, trágicas justificações forjadas, humildes desculpas até a indignidade. Tão suave é para o ser humano enfim mostrar sua indignidade e ser perdoado com a justificativa de que se é um ser humano humilhado de nascença.

Até que se descobre - nem a sua indignidade ele quer. Ele é o silêncio.

Pode-se tentar enganá-lo também. Deixa-se como por acaso o livro de cabeceira cair no chão. Mas, horror - o livro cai dentro do silêncio e se perde na muda e parada voragem deste. E se um pássaro enlouquecido cantasse? Esperança inútil. O canto apenas atravessaria como uma leve flauta o silêncio.

Então, se há coragem, não se luta mais. Entra-se nele, vai-se com ele, nós os únicos fantasmas de uma noite em Berna. Que se entre. Que não se espere o resto da escuridão diante dele, só ele próprio. Será como se estivéssemos num navio tão descomunalmente enorme que ignorássemos estar num navio. E este singrasse tão largamente que ignorássemos estar indo. Mais do que isso um homem não pode. Viver na orla da morte e das estrelas é vibração mais tensa do que as veias podem suportar. Não há sequer um filho de astro e de mulher como intermediário piedoso. O coração tem que se apresentar diante do nada sozinho e sozinho bater alto nas trevas. Só se sente nos ouvidos o próprio coração. Quando este se apresenta todo nu, nem é comunicação, é submissão. Pois nós não fomos feitos senão para o pequeno silêncio.

Se não há coragem, que não se entre. Que se espere o resto da escuridão diante do silêncio, só os pés molhados pela espuma de algo que se espraia de dentro de nós. Que se espere. Um insolúvel pelo outro. Um ao lado do outro, duas coisas que não se vêem na escuridão. Que se espere. Não o fim do silêncio mas o auxílio bendito de um terceiro elemento, a luz da aurora.

Depois nunca mais se esquece. Inútil até fugir para outra cidade. Pois quando menos se espera pode-se reconhecê-lo - de repente. Ao atravessar a rua no meio das buzinas dos carros. Entre uma gargalhada fantasmagórica e outra. Depois de uma palavra dita. Às vezes no próprio coração da palavra. Os ouvidos se assombram, o olhar se esgazeia - ei-lo. E dessa vez ele é fantasma.



Clarice Lispector- "Onde estivestes de noite?"
7ª Ed. - Ed. Francisco Alves - Rio de Janeiro - 1994

Morte Devagar

Martha Medeiros



Morre lentamente quem não troca de idéias, não troca de discurso, evita as próprias contradições.

Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado. Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova, não dá papo para quem não conhece.

Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru e seu parceiro diário. Muitos não podem comprar um livro ou uma entrada de cinema, mas muitos podem, e ainda assim alienam-se diante de um tubo de imagens que traz informação e entretenimento, mas que não deveria, mesmo com apenas 14 polegadas, ocupar tanto espaço em uma vida.

Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o preto no branco e os pingos nos is a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho, quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.

Morre lentamente quem destrói seu amor-próprio. Pode ser depressão, que é doença séria e requer ajuda profissional. Então fenece a cada dia quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem não trabalha e quem não estuda, e na maioria das vezes isso não é opção e, sim, destino: então um governo omisso pode matar lentamente uma boa parcela da população.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe. Morre muita gente lentamente, e esta é a morte mais ingrata e traiçoeira, pois quando ela se aproxima de verdade, aí já estamos muito destreinados para percorrer o pouco tempo restante. Que amanhã, portanto, demore muito para ser o nosso dia. Já que não podemos evitar um final repentino, que ao menos evitemos a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar.

Sobre a autora:
Martha Medeiros nasceu em Porto Alegre em 1961. Formada em Publicidade. Escreveu livros de poesias e de crônicas, seu mais recente lançamento é o livro de ficção: Divã. Martha é cronista do jornal Zero Hora.

Poesia apresentada no programa 97

Os poemas e os textos lidos em "Provocações” são, às vezes, livre adaptação do original, por Antônio Abujamra ou Gregório Bacic. O formato em que se apresentam escritos aqui é apropriado para a leitura em TV e não o seu formato original.

Extraído de:

http://www.tvcultura.com.br/provocacoes/poesia.asp?poesiaid=11